Palestrantes


Adauto Nunes
Possui graduação em Medicina Veterinaria pela Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia(1977) e mestrado em Cirurgia Veterinaria - Anestesiologia pela Faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia(2001). Atualmente é DIRETOR da Prefeitura Municipal de Sorocaba. Atuando principalmente nos seguintes temas:Cervo-do-Pantanal, Blastocerus dichotomus, Quetamina, Xilazina, Midazolam e Acepromazina.


André Grespan
Tem ampla experiência na área de terapêutica veterinária, com ênfase em clínica e cirurgia de animais silvestres. Trabalhou como médico veterinário no Zoológico de Pomerode - Fundação Hermann Weege e na Fundação Parque Zoológico de São Paulo. Atualmente é médico veterinário proprietário e responsável técnico da Clínica Veterinária Wildvet especializada no atendimento de animais silvestres, fundada em 2003


Cristiane Kolesnikovas
Possui graduação em Medicina veterinária pela Universidade de São Paulo (1991), mestrado em Patologia Experimental e Comparada pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Patologia Experimental e Comparada pela Universidade de São Paulo (2003), pós doutorado pelo Departamento de Microbiologia e parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Atualmente é presidente/veterinário pesquisador da Associação R3 Animal em Florianópolis, entidade responsável pelo CETAS Florianópolis e Trilha do Rio Vermelho, e colaborador do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, onde atua no auxílio ao atendimento a encalhes de mamíferos marinhos e pesquisa em unidades de conservação marinho costeiras de Santa Catarina. Atua principalmente nos seguintes temas: microbiologia (virologia e bacteriologia), resgate e recuperação, patologia.Participa também da Comissão de Animais Selvagens do CRMV/SC.


Daphne Wrobel
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense (2001), mestrado em Medicina Veterinária (Clínica e Reprodução Animal) pela Universidade Federal Fluminense (2007) e doutorado em Biociências pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2013). Atualmente é médica veterinária e pesquisadora do Projeto Tamar.


Fabiano Montiani
Graduou-se em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (1994), concluiu mestrado em Ciências Veterinárias também pela Universidade Federal do Paraná (1998) tendo como orientador o Prof. Pedro R. Werner e doutorado (PhD) em Medicina Comparativa - Comparative Medicine and Integrative Biology - pela Michigan State University (2003) tendo como orientador o Prof. Simon Petersen-Jones. Adicionalmente cursou o - Senior Veterinary Student Program no The Animal Medical Center - em New York, NY (1993) tendo como orientadora a Dra. Susan Kirshner e o consagrado - Magrane's Basic Science Course do ACVO - em Wisconsin - Madison (1998). Realizou o curso de imersão em Histologia e Histopatologia Ocular Comparada com o Dr. Richard Dubielzig - University of Wisconsin-Madison (2001). Participou por um ano do programa de residência em Oftalmologia Comparada na MSU (2003-2004). Fabiano cursou e também ministrou vários programas de bioestatística, outra área de atuação na qual também trabalha com grande prazer. Foi Diretor e Vice-Diretor do Hopsital Veterinário (HV) da UFPR. Juntamente com o Vice-Reitor da UFPR, Prof. Rogério Mulinari e com o Prof. Rogério Lange do DMV, foi um dos responsáveis pela implantação do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde - Saúde Animal no HV-UFPR. Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Paraná, representante da Assessoria de Relações Internacionais (ARI) do Setor de Ciências Agrárias e Coordenador do Programa de Pós Graduação em Ciências Veterinárias da UFPR. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Oftalmologia Veterinária, atuando principalmente nas seguintes áreas: oftalmologia veterinária (com interesse especial em doenças degenerativas da retina e oftalmologia de animais selvagens), anatomia, histologia e histopatologia ocular, clínica médica geral e bioestatística. Já concluiu a orientação de muitos alunos de Mestrado, Doutorado e Pós Doutorado. Além da orientação dos residentes do Programa de Oftalm HV-UFPR, atualmente também orienta alunos no programa de Mestrado e Doutorado da PPGCV. Desenvolveu um programa online de ensino de oftalmologia veterinária à distância (PECCA), que já se encontra na sua quarta edição e um portal para aprendizado de oftalmologia comparada (www.oftalmologiacomparada.com.br). Apresenta, no momento, mais de 100 trabalhos publicados em periódicos indexados nacionais e internacionais (desde meados dos anos 90), tem 2 livros editados, escreveu 15 capítulos de livro (no Brasil, EUA e Reino Unido), além de resumos publicados em simpósios e congressos nacionais e internacionais.


Fabrício Rassy
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual do Ceará (2004). Residência em Medicina Veterinária de Animais Silvestres no Zoo de Sorocaba pela FMVZ-UNESP/Botucatu. Mestre em anestesiologia pela FMVZ-UNESP/Botucatu. Doutorando em anestesiologia pela FMVZ-USP. Atualmente é Chefe da Divisão de Veterinária da Fundação Parque Zoológico de São Paulo - FPZSP atuando na área de Manejo, Clínica, Cirurgia e Anestesia de Animais Silvestres. Docente no Programa de Pós-Graduação em Conservação da Fauna - PPGCFau (UFSCar / FPZSP).


Flávia Miranda
Médica Veterinária, primeira residente em Clinica de Animais Selvagens do Brasil pela Fundação Parque Zoológico de São Paulo-FPZSP. Diplomada em Manejo de Fauna Selvagem pela Universidade de Tolima-Colombia, Especialização em, Clinica e Cirurgia de pequenos animais pela UNISA, especialização em Biologia pela UFLA. Possui mestrado em Ecologia pela Universidade de São Paulo- USP. Doutoranda em Zoologia pela Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG. Coordenadora do Instituto do Instituto de Pesquisa e Conservação de Tamanduás no Brasil, Coordenadora Científica do Projeto Tatu-bola da Associação Caatinga, Membro desde 2005 do Anteater, Sloth and Armadillo Specialist Group - IUCN. Lider do grupo de avaliação de espécies ameaçadas/Táxon Xenarthra pelo ICMBIO/MMA. Coordenadora do Plano de Ação do Tatu-bola (PAN) pelo Ministério do Meio Ambiente. Membro e fundadora da Asociación Iberoamericana de Medicina Y Ciencias Veterinaria Forenses/Chile.


Gianmarco Rojas
Médico Veterinario de la Universidad del Estado de Santa Catarina (UDESC), Brasil. Estudios de Biología en la Fac. de Ciencias Biológicas de la UNMSM. Experiencia laboral en PATPAL, Parque Zoológico Municipal de Quinzinho (Brasil), Hospital Veterinario de la FMVZ – UNESP Botucatu (Brasil), Centro Recreacional Huachipa, etc.Docente Ad Honores UNMSM


Ingrid Bueno Atayde
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Goiás (2001), mestrado e doutorado em Ciência Animal pela Universidade Federal de Goiás (2003; 2008), é especialista em EaD pela Universidade de Brasília -UnB (2009). Atualmente é médica veterinária acupunturista autônoma e membro da Comissão de Ética, Bioética e Bem-estar Animal do CFMV. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em neuromodulação e acupuntura, atuando principalmente nos seguintes temas: neurofisiologia, dor, clínica geral, reabilitação, comportamento, cães. Atua ainda em desenvolvimento humano (Coaching) com base em Neurociências, psicologias positiva, social e cognitiva.


Paulo Mangini
Paulo Rogerio Mangini concluiu sua Graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná em 1994, o Mestrado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Paraná em 1999, e o Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná em 2010. Atualmente é Diretor-Presidente do Instituto Brasileiro para Medicina da Conservação Tríade; Sócio Gerente da Clínica Vida Livre Medicina de Animais Selvagens; Consultor da IUCN - União Internacional Para Conservação da Natureza e Membro Titular da Comissão de Meio Ambiente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná. Publicou 13 artigos completos e 14 resumos expandidos em periódicos especializados. Participa como Autor ou Co-Autor em 13 capítulos de livros e Organizou e Publicou 3 livros. Publicou também 63 Trabalhos em anais de eventos científicos. Participou de 4 eventos no exterior e 44 no Brasil. Proferiu mais de 60 Conferências e cursos de curta duração ou palestra em Eventos Científicos e Cursos de Especialização. Orientou 15 trabalhos de iniciação científica e de conclusão de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Medicina Veterinária e Conservação da Natureza. Em suas atividades profissionais interagiu com aproximadamente 150 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos e bancas de avaliação. Tem ampla experiência e atua na área de Medicina e Manejo de Animais Selvagens e Medicina da Conservação. Tendo atuado nos biomas da Floresta Atlântica Costeira e do Interior, Cerrado, Pantanal, Amazônia e Ecossistemas Marinhos, principalmente com mamíferos selvagens de médio e grande porte (como Tapirus terrestris, Tayassu pecari) e aves florestais e marinhas.


Plínio Mantovani
Médico Veterinário formado na Universidade Federal de Minas Gerais. Mestre em Ciência Animal com ênfase em Clínica e Cirurgia Veterinárias e linha de pesquisa em traumatologia e reabilitação na Universidade Federal Minas Gerais. Membro da Associação Brasileira de Veterinários de Animais Selvagens – ABRAVAS, do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária – CBCAV, e da Associação Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Veterinárias – OTV. Autor de diversos artigos científicos e trabalhos publicados em congressos da área. Atua na área de clínica e cirurgia de animais silvestres.


Ricardo Vilani
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (1997), mestrado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Paraná (2001) e doutorado em Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2007). Atualmente é professor adjunto de Anestesiologia da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência em Anestesiologia Animal, com linha de pesquisa em Anestesia intravenosa total em animais domésticos e selvagens.


Rogerio Ribas Lange
Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (1978), Mestre em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná, (1998), Orientador Pof. Dr. Emygdio Leite de Araujo Monteiro-Filho: Doutor em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Paraná, (2012) Orientador Prof., PhD Fabiano Montiani-Ferreira. Professor Adjunto da Universidade Federal do Paraná no Departamento de Medicina Veterinária, responsável pelas disciplinas de graduação: Medicina de Animais Selvagens, Deontologia Veterinária e Odontologia Veterinária; e no Curso de Pós-Graduação - Residência em Medicina Veterinária HV/UFPR/MEC pelas disciplinas: Odontologia Veterinária; Medicina de Animais Selvagens, Ética e Legislação em Medicina Veterinária e no uso de Animais; no Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias - UFPR, pelas disciplinas: Zoologia para veterinários e Medicina zoológica. É responsável pelo Ambulatório de Animais Selvagens e pelo Ambulatório de Odontologia Veterinária do Hospital Veterinário da UFPR. Foi Diretor do Hospital Veterinário da UFPR (2005/2008), implantou e foi o primeiro Coordenador do Programa de Residência em Medicina Veterinária da UFPR (2006/2007) sendo atualmente Vice-Coordenador, foi presidente da Comissão de Ética no Uso de Animais do Setor de Ciências Agrárias, ocupou o cargo de Presidente da Comissão Nacional de Animais Selvagens do CFMV de 2013 a 2014, Membro da Comissão Estadual de Animais Selvagens do CRMV-PR, Presidente de Honra da Associação Paranaense de Medicina de Animais Selvagens - Grupo Fowler. Atual Diretor do Hospital Veterinário da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência em Clínica Médica e Cirúrgica de Animais Selvagens e Odontologia Veterinária Veterinária.


Valeria Ruoppolo
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Paulista (1994), mestrado e doutorado em Ciências pelo Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP) (2003 e 2016). É membro integrante das seguintes equipes de resgate de animais em emergências ambientais 'Animal Rescue Team' do International Fund for Animal Welfare (IFAW), 'International Bird Rescue Response Team' e compõe a equipe principal da Aiuká Consultoria em Soluções Ambientais. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase na medicina e reabilitação de aves e mamíferos marinhos, principalmente em derramamentos de petróleo.


Tânia Raso
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG (1996); Aperfeiçoamento Científico (1997), Mestrado (1999) e Doutorado (2004) em Medicina Veterinária pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal (FCAV-UNESP) na área de Patologia Animal. Atualmente é Professora da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP), sendo responsável pelas disciplinas de Ornitopatologia e Medicina de Aves Silvestres do Curso de Graduação em Medicina Veterinária. Responsável pelo Laboratório de Ornitopatologia II (Departamento de Patologia, FMVZ-USP), onde desenvolve projetos relacionados ao diagnóstico de doenças infecciosas aviárias em condições de vida livre e cativeiro e diagnóstico de psitacose em humanos. Atua principalmente na área de medicina aviária, com ênfase nas doenças infecciosas de aves silvestres, Chlamydia psittaci, Chlamydiaceae, clamidioses, psitacose, saúde pública e zoonoses de origem aviária.